8 curiosidades sobre a origem de jogos que talvez você não saiba


Alguns jogos são tão famosos que já estão no imaginário popular há décadas. O que muita gente talvez não saiba é que muitos dos maiores sucessos do mundo dos games é fruto do mero acaso ou de bugs encontrados durante o desenvolvimento do jogo.

Quer descobrir mais sobre isso? Vem comigo!

8 - Space Invaders é fruto de um problema de hardware


Para aqueles que não conhecem ou são novos demais para lembrar, Space Invaders foi um dos primeiros jogos de tiro 2D. O objetivo do jogador é destruir o maior número possível de inimigos, que vão ficando cada vez mais rápidos e mais difíceis de acertar, enquanto acumula pontos.

O fato é: Space Invaders era um jogo pesado demais para o hardware usado na época. Exatamente por isso os inimigos eram lentos demais no começo do jogo (quando haviam muitos monstros na tela) e ficavam cada vez mais velozes quando você os matava (porque com menos monstros, o jogo podia rodar mais rápido).

7 - Pong foi um plágio pelo qual a Atari pagou


O primeiro console para televisões na verdade se chamava Magnavox Odyssey e o jogo usado para demonstrar ele foi o Table Tennis. Acontece que Nolan Bushnell, fundador da Atari, presenciou a apresentação de Table Tennis e lançou a sua própria versão do jogo, chamada Pong.

A Magnavox processou a Atari, que teve que pagar uma quantia em dinheiro. E no final da história? A Atari se tornou mundialmente famosa e ninguém lembra do Magnavox.

6 - Metal Gear só é um jogo stealth porque era pesado demais


Metal Gear foi criado para rodar em um computador um tanto quanto lento, chamado de MSX2, mas a tecnologia usada no MSX2 não suportava uma grande quantidade de inimigos e tiros rodando ao mesmo tempo na tela sem causar erros.

A solução? Reduzir o número de inimigos e transformar Metal Gear em um jogo de furtividade.

5 – Lara Croft não deveria ter seios grandes


Para os fãs da série, não é nenhuma novidade que a primeira versão da Lara apresentava seios exageradamente grandes para a personagem. O que talvez poucas pessoas saibam, é que isso foi um erro não-intencional!

De acordo com o artista Toby Gard, um dos responsáveis pelo design do jogo, ele cometeu um erro ao editar o busto da personagem, aumentando-o em 150% ao invés de apenas 50%.

4 – Kirby não era um personagem


Masahiro Sakurai, o game designer de Kirby, tinha apenas criado um círculo para representar o personagem principal do jogo que ele estava fazendo – deixando para criar o design do personagem depois.

Com o passar do tempo, ele decidiu que tinha gostado do pequeno círculo no lugar do personagem e adicionou apenas os olhos, braços, pernas e boca.

3 – Donkey Kong é fruto de crueldade animal


Quem diria que o nosso encanador favorito seria cruel com os animais, não é mesmo? Pois o manual do jogo Donkey Kong (1981) diz exatamente isso: Donkey Kong na verdade era o animal de estimação do Mario, que fugiu após ser maltratado.


.... ok, talvez não seja novidade o Mario maltratando animais.

2 – Earthbound deixava o personagem principal pelado


Na versão original japonesa, quando o Ness viaja para a terra de Magicant, ele fica completamente sem roupa. Na verdade, Magicant existe apenas nos sonhos do personagem e a nudez deveria representar a pureza dele.

Já na versão americana, a nudez foi censurada e o que vemos é o Ness de pijamas.

1 – GTA só existe por causa de um bug


Race’n’Chase era apenas um jogo de corrida tradicional da Rockstar. Durante os primeiro estágios do desenvolvimento, os testes encontraram um bug muito específico que fazia com que os carros de polícia tentasse empurrar o carro do jogador para fora da pista.

O bug ficou tão famoso que os testers frequentemente deixavam a corrida tradicional de lado e queriam apenas com o bug, desafiando os carros de polícia. 

E assim nasceu Grand Theft Auto.

E você conhece mais alguma curiosidade legal sobre jogos? Conta pra gente!

About Thiago Fernandes

Thiago Fernandes é game designer, community manager e tradutor de jogos, com participações em sucessos como Pokemon GO. Sua especialidade é usar o poder das narrativas para criar experiências épicas para os jogadores.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 disqus:

Postar um comentário