Muito mais que Harry Potter, quem foi Lya Wyler?


Foi noticiado na semana passada o falecimento de Lya Wyler aos 84 anos no Rio de Janeiro, para muitos canais ela foi a tradutora de Harry Potter – e apesar de este ser um de seus principais trabalhos, ela não focou apenas nisso.


Boa parte dos fãs de Harry Potter vai conhecer o nome Lya Wyler, afinal, foi ela quem traduziu todos os livros para o portugês, o que lhe deu grande visibilidade no meio e ainda levantou uma boa discussão sobre o papel do tradutor junto às obras.
Lya também traduziu Stephen King, Conan Doyle, Carl Sagan, Margareth Atwood e Tom Wolfe. Pesquisadora e professora, ela ajudou a dar mais visibilidade à importância do tradutor, afinal, como ela mesma dizia “o tradutor é a ponte entre duas culturas”.


Mas nem tudo são flores no mercado da tadução, Lya começou com textos técnicos, verbetes para enciclopédias, artigos para revistas e livros no geral. Harry Potter, no entanto, foi um desafio – Lya passava cerca de dez a doze horas por dia debruçada sobre os livros, buscando os melhores termos e até a origem das palavras em inglês para melhor trazê-las para o português. Claro, ela mesma admitiu mais tarde que se arrependia de ter traduzido os nomes das casas e alguns outros termos, mas este é um daqueles “erros” muito bons.

Como dizia Dumbledore “palavras são, na minha humilde opinião, fonte inesgotável de magia” e é verdade, a magia de Harry Potter que encantou gerações nasceu do sacrifício de Rowling e Wyler, que se importavam muito com seus leitores e com as mensagens passadas nos livros capazes de transformar vidas.






About Unknown

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 disqus:

Postar um comentário