Coreia do Sul torna crime assédio sexual em jogos online


Em meio a tantos movimentos para denunciar diferentes formas de abuso sexual nas indústria de cinema, TV e jogos, a Coréia do Sul deu um passo além nas tentativas de proteger as pessoas no ambiente online. Segundo um projeto de lei proposto pelo Ministério da Igualdade de Gênero e Família da Coreia do Sul, uma nova proposta de lei busca tornar crime alguns comportamentos em jogos online.

Pegando carona no movimento "MeToo", a Coreia do Sul recentemente aumentou a pena por abuso sexual. No ambiente online, apesar de não definir estritamente o que seria considerado "assédio sexual", a nova lei busca tornar crime o assédio em qualquer tipo de jogo. A esperança é que, com a nova legislação, o público de jogos como League of Legends, Overwatch, Call of Duty e muitos outros títulos famosos por possuírem uma comunidade que pode ser bastante tóxica, deverão rever seus comportamentos no ambiente online.

Grande empresas como a Blizzard e a Riot Games já anunciaram que estão tomando medidas de sucesso contra os abusos cometidos por alguns de seus jogadores.



Siga o Thiwtf no Instagram e no Twitter.

Share on Google Plus

About Thiago Fernandes

Thiago Fernandes é game designer, community manager e tradutor de jogos, com participações em sucessos como Pokemon GO. Sua especialidade é usar o poder das narrativas para criar experiências épicas para os jogadores.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 disqus:

Postar um comentário