rpgvale
1599924783602205
Loading...

Existem mestres de RPG profissionais?

Olá Roleplayerzada, olha eu aqui de novo com um assunto muito recorrente dos últimos eventos RP...



Olá Roleplayerzada, olha eu aqui de novo com um assunto muito recorrente dos últimos eventos RPGistas. Todavia o título desse artigo tem uma emboscada, que vou explicar lá na frente. Agora, existem dois caminhos para entendermos essa questão: o reconhecimento como diversão e o reconhecimento como trabalho.

Se o mundo diz isso de você, provavelmente é verdade! 


Porque profissão significa "declaração ou confissão pública de uma crença, uma religião, um sentimento, uma tendência política, uma opinião ou modo de ser".  Partindo desse princípio, somos todos RPGistas profissionais, não é?

Mas ainda não me sinto confortável com isso. Não me parece muito certo, afinal estamos apenas declarando ou professando uma diversão e não acho que é isso que um "Mestre profissional" quer - ou é? Digam-me nos comentários. 

Alcançar essa alcunha requer mais do que esse reconhecimento como diversão, pois ele é descomprometido e alcançado por qualquer um, mesmo involuntariamente.  Vejamos, outra definição para o termo profissão é "atividade para a qual um indivíduo se preparou". Nesse ponto vários estudos sobre teorias de RPG, Game design, ludicidade e narratologia poderia colocar qualquer um um passo a frente, rumo ao título investigado nesse artigo.

Além do mais, alguns anos de preparação podem conferir habilidades e conhecimentos bem elaborados a qualquer indivíduo.

OK, mas existe algo de errado nisso também, não acham?


O erro reside no fato de que, quando a sociedade reconhece uma profissão ela reúne o campo de estudo necessário para exerce-la. Isso seria um curso de graduação ou técnico, o que não acontece atualmente com o RPG - se não me engano já houve uma extensão ou uma pós graduação focada.  Então a despeito do conhecimento e experiência empírica é possível que muita gente refute um mestre profissional pelo seu conteúdo, assim como há quem vá considerar de forma louvável isso.

Só que eu vivo disso, e ai? 


Aí não tem para onde fugir. Avançando a definição do termo encontramos "trabalho que uma pessoa exerce para obter os recursos necessários à sua subsistência; ocupação, ofício." E se você ganha dinheiro de modo a sobreviver com seu ofício, você rompeu as barreiras da crença comum e se tornou um Mestre de RPG profissional, parabéns!

Antes de partirem por ai bradando aos sete ventos sua descoberta nesse artigo, lembram da emboscada que preparei no título? Ela se apresenta na ordem das palavras "mestres de RPG profissionais" e não "mestres profissionais de RPG", porque na prática quase ninguém que eu conheça sobrevive narrando em mesas de RPG - um adendo para falar do trabalho da Roleplayers que se nãosão, estão bem próximos disso e merecem uma menção honrosa. 

Só que muitos narradores e mestres de RPGs sobrevivem de forma profissional, usando suas skills de roleplayer em atividades diversas: Tradutores, escritores, game designers, publicitários, psicólogos e tantos outros afins.  Geralmente são seres que estão usando uma ficha de personagem humana, mas que escondem nas mochilas seus itens de classe de prestígio como dados, ou mantém entre os livros de advocacia aquele manual de regras do D&D.  Também aqueles que escrevem anúncios como se estivessem interpretando NPCs e planejam campanhas de marketing como planejavam aventuras focadas nos interesses do grupo.

Essa galera merece e muito a alcunha de Mestre de RPG Profissional. De uma forma ou de outra, esse tipo de trabalho mantém viva o interesse no jogo, ele sempre será evocado (mesmo que em pensamento) no meio de um grande desafio profissional.  Aposto que vocês tem suas histórias epopeicas com algo parecido, conta ai pra gente nos comentários!



Dicas de mestre 4941619558964142646

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos

Curso Online