rpgvale
1599924783602205
Loading...

É tão difícil assim criar seu próprio RPG?

Olá roleplayerzada e aspirantes a rpgistas, se vocês estão lendo este artigo é porque em alg...



Olá roleplayerzada e aspirantes a rpgistas, se vocês estão lendo este artigo é porque em algum momento da sua jornada como roleplayer você se viu com dados nas mãos e ideias para jogar de forma diferente daquele sistema que veio no livro básico.  Que bom!

Mas a verdade é que quando encontramos alguma comunidade de game designers, sejam rpgistas ou não, nos deparamos com muitos apontamentos. Por vezes, agressivos e ditatorial, dizendo como a construção de um jogo deve ser e o quanto alguns desenvolvedores são bons por conhecerem as famosas "teorias de RPG'.

Nos últimos anos percebi que alguns desses produtores de RPG falam do conhecimento de game design como um Santo Graal, alcançado por poucos depois de um profundo caminho rumo ao estudo exaustivo sobre jogos.  Bem, isso é uma meia verdade, exibida com orgulho para polir o próprio status. Vou dizer porque:


Mods são elementos naturais de qualquer RPG


O mesmo que chamar de "regra de ouro". É aquele modificador na mecânica que você como narrador faz para fazer o jogo funcionar melhor dentro das realidades do seu grupo.  Existem grupos por ai que fazem tantos modificadores que acabam criando um sistema novo, despretensiosamente.

Começa mudando as regras de combate, quem sabe usando um novo dado ou porque não, sem dados. Acho que essa é a habilidade mais natural de um mestre rpgista: mudar as coisas da forma que lhe convém e testar até dar certo. 


Mas isso não o torna um Game designer! 


Não mesmo. Lembram que escrevi um artigo sobre a diferença entre um rpgista pantser e um plotter?  É a mesma coisa, como você modifica coisas despretensiosamente, você acaba não pensando sobre elas.  Faz por fazer, porque é legal e pronto. Isso está longe de transformar você em um game designer, mas é um dos caminhos. 

A maioria dos autores dizem que começaram assim, criando jogos aleatoriamente.  Ter controle desse processo é essencial, pois mesmo um jogo em fase de lançamento precisará de alguns ajustes ou modificadores posteriores que são conhecidos (em jogos eletrônicos) como DLCs ou expansões.  Elas corrigem essas falhas... não estou dizendo que você precisa lançar um jogo falho, mas que se acontecer você precisa ter sangue frio para saber o que mudar.  



A diferença crucial entre criar um RPG e criar um "bom" RPG


Alguém já encontrou anúncio de editora procurando game designers? Eu pelo menos, nunca. E talvez, sempre será assim.  Então não há outra forma de você ganhar experiência como designer de RPG, senão lançar seus próprios jogos. 

E muito provavelmente, os primeiros permearão a qualidade de regular a péssimo. É assim com tudo que fazemos na vida, não se acanhe. Continue criando e depois que já tiver um pouco mais de segurança e a experiência desvendar seus olhos para os elementos principais de um jogo, ai qualquer teoria pode fazer um sentido absurdo.  Por isso elas são meias verdades. 

Experimentar e errar é a base. Estudar é o que faz seus acertos se tornarem cada vez mais frequentes. Sendo assim, eu, você e qualquer roleplayer que se aplicar a desenvolver conseguirá o santo graal do  game design.  Esse pode ser o segredo que muitos apontadores não querem que descubra, afinal se todo mundo começar a lançar seu rpg, eles não vão se sentir diferentes.  Que tal desengavetar aquele seu modificador e trabalhar nele até se tornar um RPG Indie?



Indie 4517094494419023619

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos

Curso Online