rpgvale
1599924783602205
Loading...

Summoner Wars - a batalha por Itharia já começou!

Salve gamers! Muita gente que me conhece sabe que sou um grande adepto do financiamento coletiv...

Salve gamers!

Muita gente que me conhece sabe que sou um grande adepto do financiamento coletivo, aquela modalidade de negócios onde você disponibiliza sua ideia/produto e a galera apoia com cotas específicas em troca de recompensas.

Tá, mas o que isso tem a ver com sua coluna aqui no RPGVale??

Opa, eu estava esperando você perguntar isso.

Um dos primeiros jogos que vi para financiamento coletivo no Brasil foi o Summoner Wars, um card game bem interessante e estratégico, trazido pela Galápagos Jogos, que já conta com diversas expansões. Infelizmente fiquei de fora do financiamento coletivo desse jogo por motivos de força maior (leia-se: vacilo, perdi o prazo para apoiar!).

Em Summoner Wars cada jogador assume o papel de um invocador (ou o Summoner), personagens mágicos que usam o poder de uma misteriosa Pedra de Invocação para liderar sua facção em uma guerra pelo mundo de Itharia.

E o jogo trata exatamente disso, uma guerra entre facções. Cada deck do jogo traz uma facção, que é disposta em um tabuleiro especial e com setup inicial específico para cada uma. A primeira caixa de Summoner Wars lançada pela Galápagos trouxe três facções: Guilda dos Anões, Goblins da Caverna e Elfos da Selva, o que diferenciou a versão do jogo gringo, que traz apenas duas facções em cada caixa.

E claro que vocês, fãs de RPG e jogos de tabuleiro com temática medieval, vão curtir pra caramba esse jogo. A primeira expansão lançada pela Galápagos, por exemplo, trouxe a facção Reino dos Mortos. A história que serve de pano de fundo para o mundo de Itharia, conta que foi Ret-Talus, o Lorde do Reino dos Mortos, quem encontrou a primeira Pedra de Invocação. A pedra concedeu seus poderes ao rei de coração-escuro, transformando-o no primeiro dos Summoners. Por mil anos, Ret-Talus permaneceu incontestável enquanto ele e seus guerreiros provocavam estragos no mundo de Itharia. O poder da pedra era tão grande que, mesmo com o desafio de exércitos completos do mundo inteiro, Ret-Talus permanecia invencível.

E a história continua com a segunda pedra encontrada e depois outras, até que diversos Summoners surgiram e a batalha ficou totalmente equilibrada.

Como falei anteriormente, cada jogador controla um Summoner e deve invocar outros asseclas para o campo de batalha. O objetivo do jogo é destruir o Summoner adversário e para isso vale tudo (o que estiver dentro das regras, claro). Alguns jogadores veteranos de card games dizem que Summoner Wars é uma mistura de Xadrez com Magic: The Gathering.

A Galápagos Jogos também já lançou por aqui o segundo set básico, que traz os Elfos da Fênix, Orcs da Tundra e a Vanguarda, além de outras duas facções, as Aberrações e os Ladinos.

Summoner Wars é um jogo para dois jogadores (se você tiver apenas um dos sets básicos) ou para quatro jogadores, quando utilizadas as expansões. Os jogos para quatro jogadores costumam ser mais interessantes e bem táticos.

O livro de regras traz também uma opção interessante de construção de decks, mas o jogo apenas com as facções prontas já é bem divertido. Recomendo também a utilização dos tabuleiros premium, que são feitos em material rígido e mais resistentes do que os tabuleiros de papel couchê que acompanham os sets básicos.


O pessoal da Galápagos publicou um tempo atrás algumas dicas de estratégia que podem ser bem interessantes:

- Não tenha medo de gastar suas cartas! Na maioria dos decks, é interessante descartar suas cartas para acumular magia, principalmente as comuns, assim você pode administrar seus recursos para atacar mais incisivamente nos turnos finais;

- Cada facção tem seus pontos fortes e pontos fracos. Os Elfos da Selva têm grande mobilidade, mas as cartas têm um custo de invocação bem alto. Os Goblins da Caverna têm custo baixo, entram em grande número, mas têm defesas muito baixas. O segredo é focar-se nas fraquezas do deck do adversário;

- Preste muita atenção ao timing para utilizar suas cartas de evento. Muitas vezes elas podem ser potencializadas combinando-se entre si ou com seus campeões ou mesmo cartas comuns para um ataque surpresa e uma reviravolta na partida. Seja criativo e guarde as cartas para o momento certo;


- Para defender-se nos momentos mais difíceis, uma boa é cercar a muralha do inimigo para que ele não possa invocar mais personagens. Utilizar suas muralhas para restringir o movimento também é uma boa estratégia defensiva.

Com as duas caixas básicas e mais as expansões, até agora você já tem 9 facções para escolher na hora de de jogar e batalhar contra seus amigos (ou inimigos. porque não?!). Até o final do ano a Galápagos trará a quarta expansão, Mercenários e no primeiro semestre do ano que vem deve chegar o Master Set, com novas e incríveis facções.

POR ITHARIAAAAAAAAA!!! (ok, foi tosko esse final)


Galápagos Jogos 4736739666545079743

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos

Curso Online