rpgvale
1599924783602205
Loading...

Histórias são fatores chaves para alguns MMORPGs não desaparecerem - Entrevista com Jeff Gomez

Não é segredo para ninguém que hoje os MMORPGs são espaços para as mais variadas relações sociai...


Não é segredo para ninguém que hoje os MMORPGs são espaços para as mais variadas relações sociais. Desde as mais simples que podem acontecer através dos chats em uma cidade ou reino, até as mais complexas interações que acabam transbordando para fora do game (em muitos casos até é possível encontrar casais de namorados que surgiram de um jogo online).

De certo a parte tecnológica como desenvolvimento de novas ferramentas de comunicação teve um papel importante para chegarmos nesse cenário. Afinal ficou mais fácil interagir com outros players. Antigamente ficava tudo mais complexo, cheio de comandos e atualmente é possível até bater papo pelo skype com sua guilda ou mesmo que não esteja conectado ao seu personagem ainda poder manter a conversa por aplicativos para smartphones.


Apesar disso ainda existem fatores que desenvolvem cenários mais sociais que outros e um desses fatores é exatamente o storytelling ou as histórias que envolvem o MMORPG e a forma que elas são contadas. Pra nos ajudar a entender mais o papel dessas histórias em mundos virtuais conectados, entrevistei um dos maiores expert em transmídia storytelling do mundo: Jeff Gomez, CEO da Starlight Runner Entertainment. Uma empresa especializada na criação de mundos ficcionais e na expansão da sua narrativa para várias mídias - uma das coisas inspiradoras para nós é que Jeff é rpgista há anos e começou trabalhando em seus próprios jogos e ganhando espaço para desenvolver storyworlds para empresas. 

Ele já desenvolveu universos para blockbusters da Disney como Piratas do Caribe, Tron, para a linha de carros Hot Wheels da Mattel e também a famosa fábrica de felicidades da Coca Cola, entre outros. Além de ser tremendamente prestativo, Jeff tem uma visão espetacular sobre o assunto. Vamos as perguntas.


1 Você acredita que MMORPGs podem favorecer as relações sociais entre jogadores dentro de seus universos ficcionais?
Eu acredito que um dos maiores destaques de um MMORPG é que eles funcionam como fórum para jogadores e seus personagens se socializar, construindo relacionamentos duradouros. Ao contrário de RPGs de mesa (tradicionais) ou os eletrônicos (videogame), as chances de você ter a capacidade de salvar o mundo são muito pequenas nos MMORPGs. Você não é a estrela do show. Então o componente social e seus relacionamentos que são retratados por seres humanos fora dos computadores se tornam a caracteristica significativa do jogo.

2 - Como as histórias dos games, podem ajudar a criar laços entre seus jogadores e até ajudar na formação de grupos dentro de ambientes conectados em jogos ?
Isso é o que faz jogos como World of Warcraft se destacaram. Os desenvolvedores na Blizzard sabem como criar situações de over-arcing (história mais abrangente) que promovem entre os personagens jogadores a formação de grupos, guildas e comunidades. A mitologia e eventos em curso no MMORPG Story World é um catalisador para a dinâmica interpessoal.

No entanto, isso é uma coisa difícil de realizar e os jogos on-line atualmente não conseguem mais fazer isso. Então, recai sobre o jogador a responsabilidade de viver em um ambiente sem leis para a socialização, enquanto se esforça para sobreviver e se tornar mais forte.

Isso é um problema para os mundos do jogo on-line, especialmente agora que as redes sociais nos trouxeram uma grande facilidade de se conectar com amigos e conversarmos livremente através de dispositivos que nunca tivemos antes.

3 - É possível que a história de um jogo possa influenciar o comportamento dos players?
Já não é mais, interessante (para os jogadores) entrar em um MMORPG e se esforçar para se envolver com a histórias desses mundos. Há muitas maneiras agora do entretenimento nos atingir com boas histórias. Então o maior desafio dos MMORPGs ( e outros tipos de video games ) é nos ajudar a criar personagens convincentes que tem ligações intrínsecas com a história, cultura e eventos que estão por vir na história.

Isso requer escritores talentosos e mais inovações nas mecânicas dos jogos. Faça isso bem, e seu jogador não irá se sentir obrigado a agir como um cidadão do seu mundo, ele ou ela irá naturalmente adotar os traços, comportamentos e desejos de um, porque é divertido, convincente e envolvente - e especificamente relevante para o personagem do jogador.

4 - Podemos transferir alguns conflitos e emoções dos personagens para os jogadores?
Tem muitos momentos em MMORPGs onde você é pego na batalha ou no espírito das festividades e acaba se envolve de uma maneira emocional. Mas para muitos jogadores esses sentimentos acontecem muito rapidamente e pode levar muito tempo para acontecer de novo. Quando você não está emocionalmente envolvido com o jogo, parece que você é só mais um em um filme com um grande elenco de personagens.

Um dos maiores desafios enfrentados pelos MMORPGs hoje é que há cada vez mais saídas através de diferentes plataformas de mídia que nos envolvem diretamente, nos fazendo sentir como se estivéssemos mergulhados na história, de uma forma que somos capazes de impactar diretamente seu desfecho.

Acredito que algumas mudanças fundamentais precisam ser feitas para o formato “Multiplayer Massivo”, a fim de corresponder mais com o desejo forte que os jogadores têm de se tornar importantes e impactantes para a narrativa do mundo.

5 - Além da formação dos grupos é possível que a história influencie comportamentos, tornando os players mais sociáveis ou não?
Mais do que nunca, hoje, as histórias são fatores chaves para que jogadores se envolvam com jogos online. Ao analisar o exodus de alguns jogadores dos MMORPGs mais proeminentes a Starlight Runner Entertainment identificou que uma frustração crescente entre players assinantes é que os jogos “não fazem mais diferença”

Combine isso com o fato dos jogadores não sentirem que a “história é sobre eles” ou que não afetam diretamente os acontecimentos em curso na história do mundo e ainda com o fato de ser cada vez mais fácil se conectar com amigos e pessoas com os mesmos interesses através das redes sociais e o que você terá é uma séria ameaça para o futuro desse tipo de jogo.

Estamos esperando que os produtores de MMOGs e desenvolvedores tomem consciência sobre a existência desse problema e estejam desenvolvendo soluções para resolve-lo. A Starlight Runner tem conversado com algumas dessas empresas, em um esforço para ajudar, porque não quero ver os MMORPGs desaparecerem.
Storytelling 321159412602954344
Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos

Curso Online