rpgvale
1599924783602205
Loading...

Criando universos ficcionais para RPG - high-concept… que se faça a luz!

Falaí roleplayers e entusiastas. Há tempos venho recebendo emails e tuítadas com pedidos de dicas ...

criar-universos-ficção-jogos

Falaí roleplayers e entusiastas. Há tempos venho recebendo emails e tuítadas com pedidos de dicas para construção de universos ficcionais para RPG, então venho estudando e reunindo informações para uma forma mais justa de orienta-los em suas criações. Muitos dos conceitos que vou apresentar eu busquei em artes como cinema, literatura, games e também em minha experiência como narrador. Definitivamente não é o único jeito para se construir Universos, porém vai ajudar muita gente que não sabe de onde começar.

Apesar da palavra universo representar o espaço e tudo o que compreende ele, nem sempre ele precisa se expandir para outras realidades ou planetas.

Tenha em mente que um universo corresponde a tudo o que existe, porém o ponto de vista de quem existe neste espaço pode desconhecer tudo o que há envolta dele, tornando-o, por exemplo, bem menor do que uma galáxia.  A ilha de Lost, é um universo de ficção cinematográfica que comportou várias temporadas sem que os personagens tivessem ciência do que havia fora do local.

 

Construir universos é trabalhoso e não tem como fugir disso.

Não importa se está criando o universo para jogos, romances ou filmes… eles tem que ser bem planejados ou em algum ponto da história ela perderá veracidade. As pessoas vão sentir que algo está errado e toda experiência será perdida. Então saiba que é um trabalho árduo e com uma infinidade de detalhes.

Imaginem, enquanto leem este artigo, ao olhar para o lado, esbarram em um copo de vidro que ao invés de cair ele começa a flutuar. Saberíamos que é algo totalmente irreal, talvez pareidolia ou algo do tipo. Porque estamos acostumados com as leis da física e com nossa noção de realidade, é isso que estou falando, construir essa “noção do realismo” exige que todos os pontos do universo estejam conectados – é o que eu chamo de teoria padrão de universos de ficção. 

universo rpg

Essa teoria envolve leis naturais (decifráveis pelas ciências nativas, sejam elas biológicas ou da alquimia), leis sobrenaturais (que regem o uso de magia, feitiços e energias míticas) e as leis tecnológicas (que vão nortear as evoluções da tecnologia desenvolvida pelos nativos como máquinas e armas). Mas vamos falar dessas leis mais adiante, o que você precisa para começar a desenvolver, criar ou modelar um universo é um high-concept.

 

Um conceito que sustentará todas divisões do seu universo ficcional

Resumidamente este é uma ideia central que tem o poder de expressar todo diferencial criativo da sua construção.  Como diria nosso amigo @storytell

“os high-concepts mais poderosos são aqueles dotados de uma ideia original e ainda assim simples o suficiente para serem compreendidos em uma só frase.”

Os HC são bastante utilizados pelos roteiristas de holywood e servem como boa base para nossas definições também. O que você precisa é ter em mente a forma deste seu mundo de fantasia e uma das maneiras de expressa-lo é com isso.  Vamos ver alguns exemplos:

  • Uma Terra cheia de seres fantásticos… que vive a interferência de seus deuses antigos.
  • Um mundo devastado, dominado por vampiros aonde os humanos vivem no subsolo.
  • Uma cidade no meio do deserto, rodeada por monstros subterrâneos e protegida por uma barreira mágica.
  • Um continente frio, com países em guerra pra dominar a única fonte de carvão existente.
  • Um mundo aonde o papa é uma criança e seus defensores são vampiros.

Quem quiser conhecer mais e entender melhor o high-concepts, se ligue nesse link - http://storieswelike.blogspot.com.br/2011/11/ja-ouviu-falar-em-high-concept.html

map_of_middle_earth-1680x1050

Após isso você vai precisar de uma ideia visual também. Mas não precisa ser um mestre desenhista… um bom rascunho pode ajudar a visualizar tudo o que estava em sua mente. Prototipar seu universo pode ajuda-lo a ter novas ideias, criar conexões e aprimorar seu conceito central, por isso é importante faze-lo.

Tudo o que vamos fazer nos próximos passos é fragmentar esse HC em engrenagens que vão se unir para fazer o universo funcionar. Quem quiser ir seguindo nossos passos pode ir construindo algo com essa formatação e deixando aqui nos comentários sobre o que estão achando. No próximo post vou falar sobre as leis das forças universais e como elas podem impactar os cenários do seu universo.

(acompanhe aqui nossa série CUFRPG – Criando Universos Ficcionais para RPG)

Rpg 4327884483911380455

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos

Curso Online