rpgvale
1599924783602205
Loading...

Mitos e Masmorras #04 - Gigantes!

Hey, roleplayers! Então, venham comigo: Goblins, Anões, Hobbits, Elfos, Humanos, Hobgoblins, Ogros, Trolls, Minotauros. O mundo...


Hey, roleplayers!

Então, venham comigo: Goblins, Anões, Hobbits, Elfos, Humanos, Hobgoblins, Ogros, Trolls, Minotauros. O mundo da fantasia está cheio de diferentes tamanhos de ameaças que assombram as terras de qualquer aventureiro. Mas vamos falar de coisas bem maiores, então, certo?

Vem comigo pra Mitos e Masmorras #03!

Os Gigantes traçam a sua origem no D&D desde os módulos de 1978, em inglês: "Steading of the Hill Giant Chief", "Glacial Rift of the Frost Giant" e "Hall of the Fire Giant King". Cada módulo era uma aventura estrelando uma das maldosas raças de gigantes, sem contar aqueles que nem sempre são tão malvados: os de pedra, os da nuvem e dos da tempestade.

E foi assim que os 6 tipos de gigantes aparecerem no D&D. E é claro que muitos outros foram descobertos por mais aventureiros corajosos, como os Gigantes da Montanhas, da Névoa, da Floresta, do Recife e assim por diante, mas hoje vamos falar só nos modelos clássicos, ok?

E assim começa...


Essas 6 raças de gigantes são os "verdadeiros", em contrapartida com as raças menores e secundárias. Em Forgotten Realms, essas 6 raças eram associadas com cada um dos 6 filhos do deuses Annam e Othea: Stronmaus, Memnor, Surtr, Thrym, Skoraeus e Grolantor. E a ordem de nascimento desses 6 filhos definiu a hierarquia dos gigantes (que, apesar de não gostarem, todos reconhecem): Tempestade, Nuvem, Fogo, Gelo, Pedra e Colina.

Além de terem um ancestral em comum, esses Gigantes possuem uma religião, cultura, língua e história em comum também. Algumas lendas até mesmo contam que eles andavam com os Dragões antigos, enquanto os primeiros humanos ainda se escondiam em cavernas. Dá pra imaginar o terror que era?

Assim como os humanos, alguns Gigantes também possuem habilidades acima da média - então é comum haver Gigantes Bárbaros, Guerreiros e até mesmos usuários de magia! Esses últimos são normalmente mestres dos elementos de sua raça. Apenas imaginem um grupo de Guerreiros Gigantes de Gelo marchando para a guerra enquanto os magos, na retaguarda, cobrem toda a paisagem com uma Nevasca terrível.

No D&D clássico, os Gigantes possuiam Força e Constituição dependentes da sua hierarquia. Enquanto os Gigantes da Colina tinham 19 pontos de Força (pouco mais que um Ogro), os Gigantes da Tempestade chegavam a 24 (pouco menos que os terríveis Titãs!). E todos usam sua força enorme para arremessar pedras nos inimigos antes de partir para o ataque com as suas armas tamanho família!

Orgulhosos como um anão num trono de ouro, os Gigantes acreditam serem superiores a qualquer outro humanóide. São tão metidos e confiantes que facilmente subestimam inimigos menores. Mas a sua arrogância tem um motivo, pois eles existem desde muito antes das criaturas menores aparecerem - então por que eles deveriam se importar com elas?

| Gigantes da Tempestade!


Os maiores e mais fortes Gigantes são os da Tempestade. E podem parar de pensar naquela moça dos X-Men, por favor.

Obrigado.

Vivendo nos picos das mais altas montanhas, muitas vezes em castelos tremendamente gigantes; vivendo nas profundezas de alguns oceanos ou vivendo nas próprias nuvens, os Gigantes da Tempestade são os mais distantes do mundo atual.  Esses gigantes normalmente não são malignos (Caótico Bom), mas não costumam se importar com as raças menores, absorvidos demais em suas próprias vidas e problemas.


Gigantes da Tempestade ocupam o topo da hierarquia dos Gigantes, mas pouco se importam com elas. No seu mundo, não dão a mínima para a hierarquia e acham que o esforço para definir uma não vale a pena.

São os Gigantes mais mágicos de todos. Enquanto seus primos arremessam rochas, eles jogam raios nos inimigos. Todos os Gigantes da Tempestade - e não apenas os Shamans - possuem algum controle sobre o clima, podendo transformar um dia claro de sol em uma tempestade com apenas a sua força de contade. Além disso, eles são resistentes aos raios, podem respirar água e até mesmo levitar.

Por fim, Gigantes da Tempestade costumam escolher como aliados Dragões de Prata ou Bronze e possuem Griffos e Leões Marinhos como animais de estimação.

| Gigantes da Nuvens!


Diferente dos da Tempestade, os Gigantes das Nuvens se importam com liderança. Estão em segundo lugar na hierarquia dos gigantes (embora às vezes ajam como se fossem os primeiros) e não são uma raça muito unidas - existem Gigantes das Nuvens Bons e Maus (e quase nenhum Neutro, pois eles sofrem uma tremenda pressão para escolher um lado).

Os Gigantes das Nuvens vivem em guerra, pois aqueles que são Bons mantém comércio com as raças menores e os Maus atacam a sua própria raça buscando saquear tudo o que foi adquirido.

Possuem uma grande cultura e se interessam por arte e tesouros raros, que guardam em seus castelos. Se vestem com seda e apreciam jóias, música e boa comida. Também acham um prazer enorme em itens mágicos incomuns como harpas que cantam sozinhas ou espelhos que falam. Sendo assim, a sua hierarquia é definida de acordo com a sua riqueza.


Não são tão mágicos como os Gigantes da Tempestade, mas podem levitar e criar pequenas nuvens de neblina. Seus usuários de magia imitam as magias usadas pelos Gigantes da Tempestade e as usam principalmente para minerar prata das nuvens e cirar árvores gigantes perto de suas casas isoladas.

Gigantes das Nuvens não são tão inteligentes quanto os da Tempestade, mas possuem um Carisma maior. Além disso, possuem um olfato apurado e podem sentir o cheiro de um intruso em suas casas e...

FIM FÁ FÓ FUM, SINTO CHEIRO DEok, não.

Por fim, Gigantes das Nuvens Bons tendem a manter Leões Atrozes e Griffos como amigos, enquanto os Maus preferem os Ursos-Coruja e os Wyverns.

| Gigantes do Fogo!


No terceiro lugar, temos os temidos Gigantes do Fogo. Por sua tendencia Leal (Leal/Mau) eles preferem tentar melhorar o seu lugar na hierarquia, ao invés de tentar destruir a própria hierarquia.

Dentro de seus clãs, os Gigantes do Fogo tendem a definir o seu líder como "Rei", por menor que seja o seu reino. Cada Rei é um tirano, que reforça a sua liderança com a força e não demonstra a menor tolerância para com criados desobedientes. A posição na hierarquia é definida pela habilidade em fazer armas e armadurar, definida pelo seu bom uso em combate - e não por sua beleza.

Como um grupo, Gigantes do Fogo costumam se unir com Trolls e Dragões Vermelhos, comumente sequestrando pessoas (e exigindo resgate) ou saqueando caravanas e covis sem proteção. 


Gigantes do Fogo são resistentes ao fogo (dã) e constroem suas casas em lugares quentes, como vulcões. Clãs maiores podem preferir viver em castelos, que às vezes são construídos em forma de cavernas gigantes nas montanhas, de forma similar à morada dos anões. Para se defender, os Gigantes do Fogo também costumam arremessar pedras, que costumam deixar próximas de fogueiras e brasas para que queimem os seus inimigos (além de esmagar). Eles odeiam o frio e não chegam perto de lugares gelados sem que haja uma fonte segurar de calor geotermal para aquece-los.

Em combate, são bons guerreiros e estrategistas. Não são nem um pouco ágeis nem silenciosos, e seus melhores guerreiros podem se comparar em força e tamanho a um Gigante da Tempestade comum.

Por fim, além de Dragões e Trolls, Gigantes de Gelo usam Cães Infernais como companheiros de guerra e animais de estimação.

| Gigantes do Gelo!


Em quarto lugar, temos os tagarelas Gigantes do Gelo.

Gigantes do Gelo gostam de falar e se gabar sobre os seus feitos e sua posição na hierarquia, além de frequentemente entrar em combate mano-a-mano com Dragões de Gelo e Remorhaz apenas para provar serem melhorer - e ficarem de gabando disso depois. Eles nunca fogem de uma luta e preferem lutar sozinhos, para poder se gabar disso depois. É comum também que vistam a pele do inimigo derrotado, como uma maneira de mostrar o seu feito.

Sua natureza os torna resistentes ao mais completo frio, como já era de se esperar, e eles fazem sua morada em cavernas de gelo - Gigantes de Gelo não gostam de construções, embora possam cavar no gelo se for necessário. Para defender sua casas, eles arremessam pedras feitas de gelo puro.


Seus líderes são chamados de "Jarls" e são quase tão fortes quanto Gigantes das Nuvens e aqueles entre eles que usam magia dão preferencia às tempestades de gelo e avalanches.

Por fim, são normalmente Neutro e Maus, e podem se aliar com Dragões do Gelo, além de usar trabalho escravo de populações que eles dominem. Existem histórias de Gigantes do Gelo que se aliaram também com Yetis e Lobos da Neve.

| Gigantes de Pedra!



Gigantes de Pedra são os mais fracos do Gigantes, mas isso não os incomoda.

Eles são reclusivos e querem apenas ficar em paz nas suas montanhas para fazer seus trabalhos nas pedras e jogar jogos de arremesso de pedra. Dentro de seus clãs, eles respeitam aquelas capazes de trabalhar pedra e mostrar habilidade artística com isso.

São os únicos de todos os Gigantes que são completamente Neutros. Apesar disso, não gostam que entrem e seus territórios e costumam a dar um "tiro de aviso", arremessando pedras na direção dos invasores, mas sem acertar. Aqueles que ignoram esse aviso normalmente morrem esmagados por tiros mais certeiros.


É difícil - mas possível - negociar com essas criaturas para que se possa passar por seu território - o melhor modo de fazer isso é ter consigo algo que os Gigantes queiram muito e propor uma troca. Normalmente eles pedem que se realiza algum serviço de trabalho duro em lugares que Gigantes não podem entrar devido ao seu tamanho como invadir uma caverna de Orcs para "limpar" tudo (ou seja, matar todo mundo).

A coisa mais notável desses Gigantes é a sua habilidade de arremessar e pegar rochas - e os jogos que eles criam com isso. Durante tempestades nas montanhas, é possível ver os Gigantes arremessando rochas uns nos outros (e, às vezes, matando sem querer algum aventureiro desavisados que esteja no caminho). As rochas que eles usam nesses eventos são trabalhadas de modo a serem mais bonitas, é claro.

Gigantes de Pedra possuem a pele dura como a rocha e quase nunca usam armadura, pois não precisam disso. Além disso, sua pele de pedra os ajuda a se esconderem nas montanhas. Os mais velhos entre eles podem controlar a pedra com a sua própria força de vontade e dizem que podem até mesmo conversar com a rocha, buscando a sabedoria de tempos perdidos.

Por fim, Gigantes de Pedra usam Ursos como guardiões e companheiros. Eles não costumam se aliar com nenhuma raça além da sua própria.

| Gigantes da Colina!


Os mais fracos de todos, os Gigantes da Colina são apenas burros demais para se importar com isso.

... é claro, são mais inteligentes que os Ogros, mas isso não é lá grande coisa, né?

Conhecidos por sua gula, os Gigantes da Colina se respeitam através de desafios de comilança. Eles podem comer um porco de uma só vez ou uma vaca inteira com apenas duas mordidas! Frequentemente essas criaturas invadem terras habitadas apenas para sequestrar gado ou pessoas que servem de alimento.

São lerdos e preguiçosos e estão sempre dispostos a achar aliados para fazer o trabalho duro - normalmente Ogros. E são tão gulosos que podem até mesmo desistir de uma luta caso uma boa recompensa em comida seja oferecida.


Seus líderes não tem nenhum nome em especial, e, apesar de serem ligeiramente mais espertos que os outros, são reconhecidos apenas por vencerem desafios de quem come mais.

Gigantes de Pedra odeiam mágica e fazem de tudo para matar magos - eles inclusivem destroem qualquer coisa obviamente mágica que encontrem.

Por fim, seus companheiros preferidos costumam ser os Lobos Atrozes.

Resumindo...

Então, crianças, essa semana vocês conheceram diferentes tipo de Gigantes e suas histórias, então que tal usar eles na sua aventura? E, se você quer ver alguma criatura por aqui ou algum assunto em particular, vai lá me gritar no twitter ou no facebook, ok?

Nos vemos semana que vem!

Cheers!

mitos e masmorras 6263284235732378815
Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos