rpgvale
1599924783602205
Loading...

[Fontes de Inspiração] Cinema – O Padre

We are back! Hoje traremos ‘revisão de estereótipos’. Mas por que trazer O Padre nesse assunto? Por que ele chuta-bundas como ni...


We are back!
Hoje traremos ‘revisão de estereótipos’.
Mas por que trazer O Padre nesse assunto?
Por que ele chuta-bundas como ninguém!
Apesar que é uma baita cópia da Graphic Novel: O Peregrino misturada com Judge Dredd.


Você está acostumado a jogar RPG, seja D&D, Vampiro (que possuem ‘classes’) ou mesmo outros sistemas, seguindo aquele velho ‘molde’: Halfling/Ladino, Brujah/Porradeiro, Ranger/Elfo, Toreador/Afeminado.
Não vejo problemas em seguir isso mentira, mas por que não tornar isso MUITO MAIS INTERESSANTE E ORIGINAL?
Clérigos/Padres não precisam ser  ‘senhores da castidade’, então por que não um Velho Bêbado que ainda acredita em seu deus, mas vive caindo em desgraça com mulheres e álcool mas buscando redenção?
Porque o Brujah não pode ser um cara intelectual, forte, filósofo que utiliza Sun Tzu para vencer suas tramas políticas e combates?
Pense:
  • Um Ranger pode ter o comportamento de um Atirador de Elite (vide Gavião Arqueiro em Vingadores).
  •  Um bárbaro pode ser um sábio tribal que perde o controle (entra em fúria) e aí sim parte pra machadada.
  • Uma assassina que busca redenção pelos seus crimes, lutando ao lado dos heróis, tentando não matar seus oponentes.

Fugir dos conceitos enraizados nos estereótipos, buscando originalidade, pode dar vida a personagens verdadeiramente intrigantes. Veja o Dritzzi, Drow bonzinho!
 Mas calma lá, antes de tudo isso deve partir do mestre. O mestre deve encorajar isso ou não, se couber dentro da sua mesa.
Talvez fosse interessante o mostrar onde as classes se encaixam em seu mundo, criando uma lista de conceitos aplicáveis para cada classe disponível em seu cenário.
Mas isso dá um trabalho dos infernos!
Esse é o trabalho do mestre, roteirização, conceitualização, ambientação, etc...

Quanto mais trabalho investido, mais consistência haverá e claro, com a colaboração dos players, isso pode dar muito certo ou não.

Fica a dica: Sejam originais, mas sem esmerdalhar tudo né!
Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos