rpgvale
1599924783602205
Loading...

Editora da Devir fala sobre “amadores” no mercado nacional de RPG

É isso mesmo seus roladores de dados e afins… recentemente , na verdade nem tanto, mas não importa, uma grande discussão aconteceu em um do...

devir tradução
É isso mesmo seus roladores de dados e afins… recentemente, na verdade nem tanto, mas não importa, uma grande discussão aconteceu em um dos blogs da Deviraquela editora que responde todos os emails tweetadas e se relaciona super bem com os seus fãs, só que não.  (Vejam aqui http://bit.ly/QorZ9y)
É que a editora da linha Mundo das Trevas Storytelling, Maria Do Carmo Zanini resolveu explicar um pouco como funciona o processo de tradução e licenciamento dos rpgs para nós. Realmente é um trabalho complexo, como ela mesmo disse “matar um dragão por dia”. Nem vem ao caso questionar todo esse processo descrito, o que deixou muito rolepayer com o machado na mão e iniciativa preparada pro ataque foi o seguinte parágrafo:
O grande  problema que sempre paira sobre as editoras de RPG a Devir é não ter dinheiro suficiente para pagar (o preço de mercado) pelos serviços de bons profissionais. O amador quer ajuda-las, mas muitas vezes não sabe como, ou acha que é capaz de ajudar, mas não percebe que ainda tem um longo percurso pela frente até conseguir produzir alguma coisa com a qualidade que fãs como ele ou ela exigem.
Vejam o texto completo aqui - http://devir.com.br/contatosimediatos/2012/09/panorama-da-producao-editorial-de-rpgs/#comment-769
logo_devir_thumbDeixa eu ver… Houston we have a problem!! Que puta mancada dizer que amadores nesse mercado todo. Por mais que a autora não levou em consideração as outras editoras, essa generalização atinge a todos.  Veja bem, tem muita coisa profissional rolando por aqui. A gente até comenta que algumas versões nacionais estão sendo produzidas com muito mais qualidade que as originais – vejam o último lançamento da Redbox http://bit.ly/QRzwfL
Sinceramente os rpgistas amadores não ficaram parado no tempo, sei disso porque acompanho alguns caras que se tornaram produtores fera do negócio. Claro, existe uma grande parcela de novatos bem intencionados… mas essa fase foi deixada pra trás ha anos.
A verdade é que antigamente todo mundo que queria produzir RPG no Brasil sonhava em trabalhar em uma Jambô ou Devir, mas hoje não, lançar independente é muito mais vantajoso em vários aspectos. Tem editora indie que está produzindo muito… e muita coisa traduzida. Pode até acontecer de apenas os amadores estarem procurando a Devir, é isso ou será que… ?
Rpg 7213705476990606830
Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos