rpgvale
1599924783602205
Loading...

D&D Next - Multiclasses

Durante o atual inverno, a equipe R&D encontrou diversas pessoas em convenções internacionais como a Origins, a Gen Con e a PAX. Al...


Durante o atual inverno, a equipe R&D encontrou diversas pessoas em convenções internacionais como a Origins, a Gen Con e a PAX. Alguns painéis falaram sobre a tão famosa multiclasse e o assunto surgiu em várias conversas entre os participantes.

A seguir, vamos apresentar um pouco sobre o que o Mike Mearls pretende com o Next. Vem comigo!

Mike Marls é o gerente sênior da equipe de pesquisa e design do D&D. Ele trabalhou no jogo de tabuleiro de Ravenloft e em diversos suplementos para D&D.

Como tudo deve ser?

Primeiro, as regras de multiclasse devem ser um sistema opcional. Eles fizeram diversos backgrounds e especialidades para permitir que a galera misture as classes de personagens. Claro, isso ainda não é a mesma coisa que a multiclasse que todos estão acostumados, mas já é um começo para acelerar a criação dos personagens e, ainda assim, manter o jogo relativamente simples. 

Ou seja, o sistema de regras para multiclasse deverá ser uma coisa opcional, para que o Mestres decidam se irão ou não usar em suas campanhas.

Então você sente falta da 3e?

A boa notícia - ahn... boa? - é que ele querem seguir o modelo de multiclasse da saudosa terceira edição. Desse modo, sempre que você passar de nível, você pode escolher em qual classe quer upar (desde que preencha os pré-requisitos, é claro).

Meio-Orc Druida/Monge. Que tal?

No mais, as regras de multiclasse funcionarão de uma maneira um pouco diferente da 3e, como já era de se esperar. É bom não esquecer que as coisas ainda estão em fase de testes, então muita coisa pode mudar até lá.

Boas notícias de verdade?

Uma coisa legal: a multiclasse será balanceada.

.... ou pelo menos eles estão tentando.

A verdade é que pegar multiclasse em determinado nível é praticamente inútil. Um clérigo 18º nível que escolha ganhar um nível em alguma classe arcana irá ganhar apenas magias de primeiro nível - uma escolha pobre se comparada com os benefícios de se virar uma clérigo de 19º nível.

Sendo assim, a multiclasse no Next tentará balancear essa falha e permitir que jogadores tenham um pouco mais de poder ao pegar determinadas multiclasses.

E por último....

Pra finalizar, o Next tentará trazer de volta o bom uso das classes de prestígio - com uma ênfase maior no roleplay - para que elas sejam o reflexo de organizações importantes, segredos místicos, conhecimento proibido e tudo o mais. Assim, as classes de prestígio deverão ganhar um sentido de... bom... prestígio, ao invés de serem apenas um conjunto de novas habilidades.


Desse modo, os pré-requisitos irão incluir elementos do ropleplay e da história tais como: virar membro de determinada guilda, achar um tomo perdido, completar um ritual e tudo o mais. Há planos para que esses elementos sejam opcionais, para o Mestre usar como achar melhor.

Resumindo

Podemos ver que o Next quer trazer um pouco da flexibilidade da terceira edição de volta, além de manter os personagens razoavelmente equilibrados para que seja mais fácil (e útil) misturar classes que se baseiem no conceito do seu personagem - ou que se encaixe nos acontecimentos da sua campanha atual.

Confesso que me surpreendeu um pouco essa abordagem escolhida para a multiclasse - mas de uma maneira boa dessa vez. Esse resgate da 3e e o fato das classes de prestígio ganharem mais atenção são duas coisas que, se forem bem aproveitadas, podem melhorar - e muito - a qualidade do gameplay.

E qual é a opinião de vocês, roleplayers? Deixem seus comentários aqui ou corram lá no twitter!

Ou os dois. 

É.

Ok.

Cheers!
WOTC 3977081743397989005
Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos