Jogador morre após 40 horas de Diablo 3!



E não, não foi no jogo.

Eu sempre procuro trazer notícias relacionadas ao mundo dos games e, normalmente, gosto de trazer questionamentos e notícias interessentes. Porém, de vez em quando, é necessário apresentar alguma tragédia - principalmente se todos pudermos aprender algo com isso.


E é exatamente sobre isso que vamos falar hoje então vem comigo!

A notícia, publicada originalmente no jornal The Australian, diz que, em Taiwan, na última quarta-feira, dia 18, um adolescente morreu após jogar 40 horas ininterruptas de Diablo III, sem comer nem beber nada. 

O jovem Chuang (18 anos) alugou uma sala particular em um café na sexta (dia 13) e jogou Diablo 3 até domingo (dia 15). No último dia, um funcionário do café encontrou ele desmaiado sobre a mesa. Chuang parecia estar bem, apesar de um pouco cansado, porém após andar alguns passos, ele desmaiou e foi levado para o hospital, onde veio a falecer.

E como podemos aprender com isso?

Maratonas de jogos não são novidade para nenhum nerd. Que atire o primeiro mouse quem nunca virou a noite jogando um mmo/game/rpg - ou até mesmo jogos de tabuleiro. Mas, ultimamente, mais e mais notícias tem aparecido onde alguém morre ou vai parar nos hospital por conta disso.

Você, no futuro.

Certo que, no caso acima, a causa da morte ainda é desconhecida - afinal, dependemos dos legistas para isso - mas especialistas dizem que ficar sentado por tanto tempo pode ter agravado algum problema cardiovascular ou que o jovem poderia ter algum problema médico que foi agravado pela maratona de jogo.

A verdade é: ficar sentado por 40 horas olhando pro computador não é saudável. E todos sabemos disso. E, se você não sabe, deveria saber. Gamer que é gamer sabe a hora de parar e ir viver na rl um pouco.

Por fim, a Blizzard (produtora de Diablo 3) enviou seus pêsames para a família de Chuang e, em uma nota oficial, pediu para que os jogadores usem de moderação ao curtir os seus jogos.
Apesar de sabermos que é uma decisão de cada um - ou de seus pais/guardiões - determinar seus hábitos de jogo, nós achamos que a moderação é claramente importante e que o dia-a-dia de uma pessoa deverá vir na frente de qualquer tipo de entreterimento.
O que vocês acham? Será que, num futuro próximo, teremos que colocar "aprecie com moderação" nas caixas dos jogos?

See ya!
Share on Google Plus

About Thiago Fernandes

Thiago Fernandes é game designer, community manager e tradutor de jogos, com participações em sucessos como Pokemon GO. Sua especialidade é usar o poder das narrativas para criar experiências épicas para os jogadores.
    Blogger Comment
    Facebook Comment