rpgvale
1599924783602205
Loading...

Do Fundo do Baú #22 - Fly O Pequeno Guerreiro

Saudações roleplayers, como podem ver nossa coluna sobre velharias tem novidades ( irônico não, falar sobre o passado e usar o termo nov...


Saudações roleplayers, como podem ver nossa coluna sobre velharias tem novidades ( irônico não, falar sobre o passado e usar o termo novidades, hehe), a principio temos essa bela arte feita pelo mestre Lvl 99 @O_RPGista, mandou muito bem no designer, parabéns mestre. Outra novidade é que agora iremos estender os assuntos do baú não ficando apenas focados na temática Rede Manchete, e sempre que possível farei a ligação desse tema com nosso estimado hobby! Então prepare-se roleplayer, iremos embarcar nessa viagem no tempo para relembrarmos de nossa saudosa infância enquanto realizamos testes de percepção para descobrimos como isso influenciou nosso querido RPG (espero que por ser Elfo eu tenha bônus nestes testes!!!).

E para estrear essa versão 2.0 da coluna Do Fundo do Baú, separei uma lembrança que tem tudo a ver com RPG, quem ai lembra do jovem guerreiro Fly? É aquele mesmo, "um pouco de mago e muito de herói".   



#22 - Fly, O Pegueno Guerreiro

Informações Técnicas

Fly o pequeno guerreiro, é o titulo como ficou conhecido aqui no Brasil, entretanto também é muito conhecido como Dragon Quest Dai no Daibouken uma série de games eletrônicos de RPG criados por Akira Toryama (o grande mestre) e a Square Enix tendo seu primeiro titulo lançado em 1986. Em 1989 a Shonen Jump publicou sua história em mangá, tendo 37 edições e em 1991 a série ganhou uma animação graças a Toei Animation que rendeu apenas 46 episódios, infelizmente houve um certo desentendimento entre as duas gigantes (Toei e Enix) e o anime parou por ai. 
Claro que devido ao sucesso a saga do pequeno guerreiro rendeu diversos títulos espalhados em diferentes seguimentos, seja em jogos de tabuleiros, camisas, bonecos, etc etc.   

História    

O enredo do anime tem seu inicio com o fim do reinado do grande rei demônio Hadler, este foi derrotado pelo grupo liderado por Avan o herói espadachim, ao seu lado lutaram Loca (um guerreiro), Leyra (a clériga) e Matoriv (o mago), esta batalha ficou conhecida como "A Batalha dos Reis" colocando um fim no controle de Hadler sobre os demais monstros que se tornavam terrivelmente perigosos.  
Entre os demônios controlados por Hadler haviam alguns que eram pacíficos, porem as pessoas ainda os temiam e para evitar problemas o herói Avan reuniu todos os demônios "bons" e os levou para uma ilha que passou a ser chamada Ilha Demlin Blass, e Avan ainda nomeou um dos monstros como protetor do lugar.
Dez anos se passam e Hadler volta a vida muito mais poderoso, sendo ressuscitado pelos poderes do Lorde Demônio Vearn. Nesta época Blass já treinava Fly, um pequeno órfão que vivia na ilha dos demônios e sonhava em ser um herói, o pequeno guerreiro provou que seria um grande herói quando foi em auxilio de seu amigo Gome (um pequeno monstro alado e dourado) mas Blass sabia que um dia seu verdadeiro poder iria despertar. Com este incidente o Rei de Papunika torna Fly um cavaleiro e envia sua filha a princesa Leona para conhece-lo, esta cai em uma armadilha elaborado por pessoas que desejavam o trono de Papukina e então Fly libera seu poder para salva-la, mostrando que provavelmente ele seja um descendente do clã dos dragões. Desde a ressurreição de Hadler os monstros da ilha passaram a ter um comportamento diferente e Avan voltou para a ilha para treinar Fly, tornando-o um verdadeiro cavaleiro a pedido do Rei, porem Avan morre e agora Fly conta apenas com o auxilio do preguiçoso Pop, o antigo ajudante de Avan e a durona Maan que se juntou ao grupo no decorrer da trama. Agora Fly e seus amigos são a unica esperança para derrotar o poderoso Rei Demônio Hadler.  

E o que o RPG tem com isso?

Bom, primeiramente a série Fly apresenta toda a ambientação de um belo cenário medieval envolto de magia e monstros, a ideia de um mundo cheio de perigos e  poucas pessoas dispostas e realmente qualificadas para combater todo esse mal. Claro que vocês roleplayers já devem ter jogado algum dos games desse título para SNES, ou outra plataforma, e portanto acredito que a ligação com nosso hobby é mais que visível. Me atrevo a dizer que Fly daria uma adaptação mais interessante do que muitas que já vimos por ai, e claro que o roleplay não precisa ter um enredo tão infantil quanto a série demonstra, bastante coisa pode ser acrescentada, desde outros reinos, novos heróis, demônios que não eram controlados pelo Rei Hadlar e apenas o ajudavam pelos próprios interesses. Dragon Quest é uma das melhores adaptações que podem surgir para o RPG de mesa e se for combinada com o pratico sistema 3D&T tenho certeza que atrairá novos "pequenos" jogadores para nosso hobby, deve ser a combinação perfeita para este propósito.
Claro que antes de escrever este post eu sondei toda a blogosfera em busca de algo que já tenha relacionado Fly ao RPG de mesa e fico feliz em lhes dizer que sim, encontrei um blog de RPG que iniciou a proposta de  criar esta adaptação, e desde já encorajo o amigo Careca do blog RPG no Paço a dar continuidade em suas ideias para esta ambientação, veja a matéria dele AQUI. Para os RPGistas que pretendem elaborar uma adaptação desse tema, ou já conheçam alguma, por favor envie para elwe@rpgvale.com.br para podermos disponibiliza-la para os demais leitores.

Abertura do Anime 

Quem lembra canta comigo! 



Espero que tenham gostado da nova cara dessa coluna, e por gentileza comentem a respeito, este Elfo não consegue usar a pericia Sentir Motivação pela internet (hehe). Que o deus do RPG lhes permitam boas jogadas, e o mestre lhes concedam uma espada mágica +10!

Abraços
Rpg 6421484490605382227
Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos