rpgvale
1599924783602205
Loading...

Ballinum, a lágrima dos deuses

Olha só galera, hoje vou apresentar para vocês mais um lugar fantástico da floresta de Blodewid , na verdade o maior rio dessa mata misteri...

fantasy_lake_by_paullus23-d4bynrr
Olha só galera, hoje vou apresentar para vocês mais um lugar fantástico da floresta de Blodewid, na verdade o maior rio dessa mata misteriosa.
Perto da última torre corre o rio principal, Balinnum, a corrente de prata. Um rio límpido que concentra um grande nível de minérios dando um aspecto prateado durante a primavera e o verão para suas águas. Em toda sua extremidade ele tem uma corrente forte e suas águas tem propriedades quase místicas, que ajudam a revitalizar qualquer viajante cansado que se banhe ou sacie sua sede com ele. Por conta disso é um rio importante e protegido por todos na redondeza. Há uma história de que ele teria se originado do choro de vários deuses que viram o povo da floresta desaparecer.
Ballinum corta a floresta inteira e em alguns pontos termina em pequenos lagos cheios de peixes. Em outros se torna cachoeiras potentes e geladas. A maior dela é Bellihill, aonde as várias correntes de lagos voltam a se cruzar entre várias pedras que acabam com uma queda equivalente a 25 árvores médias em altura. É um dos pontos mais magníficos de toda floresta onde vivem a maior diversidade de aves e animais silvestres.
Em alguns pontos de Blodewid, há moradores ocupando o rio. São nativos, humanos que desenvolveram sua pequena sociedade com atividades de pesca e navegação. Com o crescimento da cidadela, eles se tornaram os melhores comerciantes das redondezas, conhecidos por sempre ter produtos frescos e bem conservados. Os filhos do rio, Bellinus (como são chamados) desenvolveram grande habilidades com a lança de dois dentes, muito útil para caçarem animais marinhos grandes.

Além do Belihhil existem inúmeras trilhas antigas, que ninguém ousa desbravar. É a parte mais selvagem da floresta, “As sombras de Blodewid” só chegou a ser visitada pelos Natnas há milhares de luas atrás e muitos dos guerreiros que procuraram sua honra por lá voltaram sem sua coragem.
Em alguns escritos antigos decifrados pelos sábios, contam sobre tigres brancos com garras afiadas, dessas que nenhum aço humano poderiam quebrar. Fala-se de Dragões da floresta, selvagens e muito antigos.
A verdade é que a floresta já é bastante perigosa em sua parte conhecida. Há insetos que podem tombar qualquer bárbaro com seu veneno mortal.  A “aranha negra de blodewid”, com longas pernas finas e corpo coberto por pelos escuros, costuma sair apenas a noite do topo das árvores para procurar pequenos roedores no solo e pode encontrar alguns viajantes desprevenidos. Sua teia é um pouco mais resistente que a maioria das aranhas e isso ajuda os conhecedores a encontrar regiões habitadas por tal espécie.
Os “cadros” são um tipo de besouro, que se alimentam de carniça animal. Tem um casco bem duro da cor de petróleo-amarronzado. São atraídos pelo sangue e qualquer ferimento aberto pode ser um convite para jantar. Estes habitam grutas e cavernas fundas, de onde exalam algum cheiro podre vindo de dejetos que deixam no local.
Rpg 7827581759665216247
Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos