rpgvale
1599924783602205
Loading...

A Orden dos assassinos Rpgistas

Demorou pra gente falar dessa classe infame neste blog. A verdade é que os Assassinos são amados por um e odiados por outros (manés em cr...

Captura de tela inteira 02062011 151940

Demorou pra gente falar dessa classe infame neste blog. A verdade é que os Assassinos são amados por um e odiados por outros (manés em crianças aprendendo 3d&t).  Neste post vamos falar dos Hashshashin, a guilda original, pré-cursora de todas personalidades mais sacanas da história dos exércitos mais #sanguenozóio que já existiu no Oriente Médio.
Essa galera tinha tantos inimigos e eram falados por tantas histórias, que fica difícil definir uma origem exata, mas sabe-se que tudo começou por volta da primeira Cruzada quando Hassan ibn Sabbah,  o velho da montanha resolveu criar um grupo para difundir uma corrente do Islamismo Xiita.

O nome 'Assassin', do árabe Hashishin ou "usuários de haxixe" – essa é a mais provável origem do termo, entre outras que surgem na história.
Tudo começou por uma briga pelo poder de uma uma dinastia do xiismo ismaelita. Com  a morte do Califa e mestre de Hassan, que já era uma pessoa influente, não aceitou o novo Califa e resolveu partir com seus seguidores e desenvolver uma nova ordem, que foi chamada de Assassinos, eles tiveram uma ascenção quando conquistaram o castelo de Alamut e de lá foram comandadas várias missões secretas de extermínio.  O mais bacana é saber, que eles tinham uma hierarquia e na verdade um treinamento militar para suas tropas.

assassin
Como eles agem.
Assassinos são mestres na arte da camuflagem, mas geralmente se vestiam como mendigos – o tipo de pessoa que ninguém dava atenção alguma.  Eles poderiam passar dias ou semanas se misturando entre as pessoas normais daquela cidade até receber uma mensagem de um arauto do Hassan para, que começasse o ataque.  Suas táticas de guerras se baseavam em eliminar as fguras importantes dos seus inimigos, políticos, religiosos ou qualquer outro. Para chegar perto desses figurões precisavam de muita prudência. Atacar em grupo, geralmente de 3 guerreiros, era algo primorial para garantir a efetividade da ação,  não podem falhar em combate. Eles não tinham distinção de local para o golpe final e poderiam até mesmo matar pessoas em mesquitas e palácios. Por isso mesmo mantinham sempre um plano de fuga bem articulado. Contam que até o Saladino, sultão famoso por fazer frente contra as Cruzadas da Igreja, chegou a ser ameaçado pelos Assassinos, recebendo um punhal com um bilhete.
Mesmo com o castelo de Alamut, muito protegido pelas paredes enormes, eles mantinham várias instalações em toda Pérsia e outros países, pois evitavam confronto direto com perdas de soldados e gostavam do tal “plano B”.

Captura de tela inteira 02062011 153154
Armas e equipamentos
Não existem muitos relatos sobre os equipamentos que esses assassinos utilizavam, além do punhal que era clássico e um dos símbolos da sua ordem. Um punhal, por mais leve que seja com um golpe certeiro conseguia perfurar qualquer inimigo até o seu coração.  Isso demonstra como eles preferiam realmente atacar inimigos despreparados, mas em imagens e fotos de Hassab é possível ve-lo com sabres que era uma das armas rotineiras do exército árabe.
Além disso usavam túnicas e mantos cobrindo o corpo e para atravessar longas distâncias usavam cavalos com provisões (água e comida).

Assassino para Daemon
Custo: 2 pontos de aprimoramentos, 230 de perícias.
Perícias: Sobrevivência (escolha 1 com 30%) Montaria (cavalo) 45%, Arma branca (Sabre) 35/30 (Punhal 40),  Artes Marciais (luta desarmada) 25/40%, Camuflagem 20%, Disfarce 35%, Escutar 20%, Furtividade 40%, Manipulação (Intimidação) 20%, Armadilhas 25%.
Aprimoramentos: Sono leve 1, Contatos e Aliados (Submundo) 1, Recursos e Dinheiro 1, Inimigos -1
Rpg 1089825239302031147

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos