rpgvale
1599924783602205
Loading...

Oh, adorada vilania!!!

"Eu não quero te matar,afinal o que eu faria sem você?Continuaria roubando da máfia? Não...você mudou as coisas...pra sempre!Eu não ten...

"Eu não quero te matar,afinal o que eu faria sem você?Continuaria roubando da máfia? Não...você mudou as coisas...pra sempre!Eu não tenho propósito sem você ,você me completa!"-O Coringa para Batman,no filme O cavaleiro das trevas.
Não adianta tentar me convencer de que a vilania não é o tempero que dá mais sabor às histórias,sejam elas exploradas em filmes,livros ou até mesmo em jogos de RPG.

Levante a mão quem não acha que quanto melhor o vilão,melhor a história?Existe uma lista anual sobre os maiores vilões da ficção ,alguém já viu uma lista sobre os maiores mocinhos da ficção?Claro que não!Ser mocinho e bonzinho é chato!!Tanto que os mais badalados heróis de que temos notícia atualmente são os anti-heróis,mesmo aqueles que representavam o "american way of life" estão apresentando um lado menos nobre e mais conflituoso.Acredito que é inerente ao ser humano ser atraído pelo lado mais sombrio de suas criações.Temos um fascínio intrigante pela inteligência existente na maquinação e ardilosidade das mentes malignas,ela nos envolve e alimenta nosso lado criativo.
Na grande maioria das vezes a vilania provém de uma experiência ruim no passado da personagem,vejam por exemplo os casos de Vader , Magneto e Hannibal Lecter.Como diria o Sr. George Lucas, muitas vezes o mal pode ser criado do que originalmente era bom,criando um padrão ficcional de que o Mal realmente atrai os pobres mortais não preparados o bastante para desafiá-lo.
No início da sétima arte,quando os filmes eram mudos e preto-e-branco, o vilão era caricato,quase inofensivo e na maioria das vezes fadados ao fracasso.Com o tempo eles se tornaram o foco das histórias,que embora tentassem mostrar a força de vontade de seus protagonistas acabava tornando os antagonistas os grandes mestres das tramas.Duvido que qualquer um de nós não vibrou ao ver o Advogado do Diabo e seu final imprevisível,ou a volta triunfal de Lestat no final de entrevista com o Vampiro.A mesma coisa pode acontecer com o RPG,quem disse que os mocinhos vencem sempre e afinal de contas quem disse que nossos jogadores precisam interpretar os mocinhos necessariamente?Ser mau (apenas nos RPG´s ok?)pode ser extremamente divertido e significativo!Particularmente adoro interpretar pessoas de conduta duvidosa e tenho horror aos defensores da suprema bondade.Curti muito a concepção do cenário de Eberron que deixa livre para os jogadores e o mestre a tendência de seus PC´s e NPC´s.Como uma alternativa saudável, existe o arquétipo do anti-herói,que evita as coisas ficarem monótonas e maçantes e
sempre são beeeemmm cômicos!

A mais do que conhecida Wikipédia de fine assim a vilania vista sob a ótica da narratologia:

Narratologia

Em narratologia e nos estudos de literatura e roteiro, um vilão é a encarnação do mal em relatos históricos e trabalhos de ficção. Cumprem o papel de antagonista ante o herói/protagonista.

Geralmente é uma figura ardilosa, que utiliza suas habilidades com o intuito de prejudicar alguém ou conseguir algo que deseja de formas escusas. Muitas vezes com planos, que são aplicados ao longo da trama, prejudicando normalmente o protagonista, mas ao termino, é de praxe que para ter um final aceitável aos olhos do público, o vilão tem seu plano arruinado de forma heróica pelo personagem principal.

Existem alguns vilões que são facilmente encontrados nas historias, alguns exemplos:

Lorde das Trevas: Um vilão com forças diabólicas, normalmente possuem algum poder mágico, mas ligado as trevas, na maioria das vezes tem como objetivo dominar o mundo, ou galáxias. Geralmente são homens.Como exemplo temos: Darth Vader,Lord Voldemort,Sauron.

Gênio do mal: Esse utiliza sua inteligência para atingir seus objetivos No Brasil o "vilão" tornou-se peça fundamental da teledramaturgia em telenovelas, caindo na graça dos autores e no desejo dos atores, pois todo ator sonha interpretar brilhantemente um personagem antagonista. são tipos de vilões da televisão os psicopatas, os mal-amados, os ambiciosos, os assassinos, e os vilões bem-humorados ou engraçados, que muitas vezes acabam conquistando o povo com grande sucesso.Exemplos: Hannibal Lecter,Coringa.


Escolham qual das duas vertentes usar com seus vilões e divirtam-se
Dicas de mestre 8740439249236422445

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos