rpgvale
1599924783602205
Loading...

Canções da Meia Noite #05 - Um pouco mais sobre StarWars (Parte 2)

Saudações a todos ,nesta 5ª edição de Canções da Meia – Noite continuara a matéria sobre Star Wars,mas agora mostrando um pouco mais sobr...




Saudações a todos ,nesta 5ª edição de Canções da Meia – Noite continuara a matéria sobre Star Wars,mas agora mostrando um pouco mais sobre a história do Jedi e alguns personagens que marcaram esse fascinante ordem e que não aparecem no filme.





Os Jedi foram uma ordem de indivíduos que tinham a habilidade de trabalhar em conjunto com a Força, afastando seu lado sombrio. A ordem começou dezenas de milhares de anos antes da ascensão do Império Galáctico.
Inicialmente, os Jedi formavam uma ordem contemplativa. Ao longo do tempo, contudo, a ordem assumiu um papel mais ativo e direto em assuntos da galáxia; por fim, centralizando-se em Coruscant no final da catastrófica Batalha de Ruusan.
Tornar-se um Jedi requeria o mais profundo comprometimento e uma mente astuta. A vida de um Jedi era feita de sacrifícios. Aqueles que mostrassem aptidão para a Força eram levados ao nascer ou pouco depois para treinar no Templo Jedi em Coruscant, onde a ordem tinha seu quartel-general. Sua vida fora dos treinos era de simplicidade, aderindo ao Código Jedi que proibia materialismos ou apegos emocionais. Esse treinamento foi inicialmente feito por Jedi experientes e veneráveis até que o indivíduo tivesse proficiência suficiente para começar a jornada como Jedi.
Os Jedi, além de combaterem criminosos espalhados pela galáxia e apaziguarem disputas galácticas, serviam como mediadores, defensores e mentores. Por causa do seu senso de honra e desafios épicos eles entenderam que se tornariam lendas, servindo como símbolos do que de melhor a República tinha por oferecer. Com sabres de luz em mãos e o poder da Força fluindo através deles, os Jedi cumpriam suas obrigações com louvor e dedicação, quase invencíveis
Durante a Era da Rebelião, o expurgo dos Jedi foi completado. Todos os sensitivos à Força foram exterminados ou corrompidos pelo lado sombrio, e colocados a serviço do Imperador. Sensitivos à Força, como Luke Skywalker e Léia Organa, foram separados e escondidos da sua linhagem. Usuários da Força mais poderosos, como Obi-Wan Kenobi e o Mestre Yoda, desapareceram propositalmente e permaneceram ocultos.



Mestre Jedi Zaifo - Vias

 Zaifo-Vias foi um dia um grande amigo do Mestre Dookan, e tinha o dom de premonição. Ele predizia a guerra que ainda vinha, e sabia que a República iria então enfrentar tempos difíceis.
Chanceler Supremo Palpatine, que era na verdade Darth Sidious manipulou e enganou Zaifo-Vias para comissionar secretamente um exército de clones em Kamino, para defender a República. Antes disso, Dookan havia deixado a Ordem Jedi, e se juntado à Darth Sidious. Ele soube das ações de Zaifo-Vias por seu Mestre, e Sidious também revelou que eles poderiam usar o exército clone para seus próprios fins. Como um teste final de sua lealdade ao lado negro da Força, Dookan assassinou Zaifo-Vias e tomou controle do projeto ele mesmo. Era a verdadeira intenção de Sidious usar Vias como uma desculpa para criar um grande exército de clones.
Dookan manteve o corpo de seu velho amigo congelado por anos, até que o Clã Bancário InterGaláctico começou com seus planos de tornar o senhor da guerra Kaleesh, General Grievous, em um grande ciborgue e estrategista supremo dos exércitos Separatistas. Dookan usou Zaifo-Vias para uma transfusão de sangue para o General. Uma vez que a transformação de Grievous em ciborgue foi completada com sucesso, Dookan deu a ele um presente muito especial; O sabre de luz azul do Mestre Zaifo-Vias.
Quando Obi-Wan Kenobi viajou para Kamino para investigar a fonte do dardo que matou a quase-assassina de Padmé Zam Wesell, o primeiro ministro Kaminoano Lama Su informou Obi Wan que Zaifo-Vias pediu a criação de um exército clone em Kamino sob pedido do Senado, para ajudar a República Galáctica. O Conselho Jedi não sabia do pedido até que Kenobi os informou após se encontrar com os Kaminoanos.


Vodo- Siosk Baas

"O lado negro já vei antes, e virá de novo. Não subestime seu poder. É por isso que devotei minha vida a ensinar Cavaleiros Jedi, para fortalecerem o lado luminoso contra a tendência do lado negro que, com certeza, virá."
                                                                                         ―Trecho do holocron de Vodo-Siosk Baas


Vodo-Siosk Baas era um Krevaaki que serviu como Mestre Jedi durante a Era da Velha República. Um antepassado do Jedi Bodo Baas, Mestre Vodo era muito reverenciado por toda Ordem Jedi e ficou conhecido por treinar vários Cavaleiros Jedi famosos. Ele estava entre os mais poderosos da Ordem e um de seus líderes; entretanto, ele morreu nas mãos de seu antigo aprendiz, que se tornara o Lorde Negro dos Sith Exar Kun, em um duelo mortal.
Mestre Vodo-Siosk Baas teve como padawans Cathariana Sylvar, Crado e Exar Kun. Vodo era responsável pela proteção do holocron jedi.
Exar Kun foi corrompido pelo espírito de Freedon Nadd e pesquisou secretamente os dados sobre o lado negro e os sith contidos no holocron. Vodo tentou tirá-lo do lado negro, mas não conseguiu. Eles duelaram em Coruscant, e Exar o matou sem piedade.
Crado passou para o Lado Sombrio, foi morto por Ulic Qel-Droma, novo aprendiz de Kun. Sylvar buscou vingança. Sylvar já não resistia mais à sua raiva, e quando duelou com Ulic em Rhen Var e ele desistiu de lutar e se rendeu, ela percebeu que estava errada e continuou do lado da luz.

Anakin Solo


Anakin Solo foi um Cavaleiro Jedi da Nova Ordem Jedi e o terceiro filho de Han Solo e Leia Organa Solo. Seus dois irmão mais velhos eram Jaina Solo e Jacen Solo.
Com o mesmo nome de seu avô materno, Anakin Skywalker, quando criança Anakin sentia medo de sucumbir ao lado negro e tornar-se um Sith assim como seu avô. Com onze anos de idade, ele entrou no Praxeum Jedi em Yavin 4 para treinar suas habilidades naturais na Força, se tornando amigo de Tahiri Veila. Juntos, eles tiveram muitas aventuras, uma delas incluindo libertar almas de crianças Massassi emprisionadas.
Anakin foi uma das figuras mais importantes da Guerra Yuuzhan Vong, participando de muitas das maiores batalhas e desenvolvendo táticas efetivas contra o Yuuzhan Vong. Como resultado de sua missão para resgatar Tahiri e ajudar Vua Rapuung à fazer com que Mezhan Kwaad contasse a verdade, a heresia Jeedai—um movimento herético que finalmente ajudou a encerrar a guerra—espalhou-se rapidamente entre Os Envergonhados. Depois, Anakin liderou o Grupo de ataque Myrkr para dar um fim ao extermínio Jedi, e foi onde ele deu sua vida para acabar com essa ameaça.


Para mais informações sobre o mundo de StarWars acessem  http://bit.ly/y8V37
canções da meia noite 1989866756587383669

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos