rpgvale
1599924783602205
Loading...

Tudo sobre o mito da Sexta-Feira 13

Quando este dia começa a chegar, as várias histórias de terror surgem com ele. É como um imã de mistérios, mas o que existe mesmo de intriga...

Quando este dia começa a chegar, as várias histórias de terror surgem com ele. É como um imã de mistérios, mas o que existe mesmo de intrigante é como a Sexta-feira 13 se tornou um dia tão importante na nossa cultura.

Para entender um pouco a origem precisamos ressaltar que existe a versão tradicional para a lenda e também outras duas origens nórdicas que são mais antigas.

Na versão mais brasileira, para a numerologia o número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 apóstolos de Jesus ou 12 signos do zodíaco. Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de azar mesmo. A Sexta-feira entrou nessa história por conta de ser o dia em que Cristo foi crucificado.

Mas bem antes disso surgir existiam outras histórias: Uma que falava de um banquete com 12 deuses Nórdicos aonde um (não convidado) chamado Loki - o mesmo que inspirou o Máscara - resolveu armar um barraco, que terminou com a morte de um dos favoritos dos deuses. Daí veio a crendice de que convidar 13 pessoas para um jantar era desgraça na certa, principalmente se for brasileiro (a comida some em dois segundos).


A outra lenda fala da origem à palavra friadagr (sexta-feira), que era o nome da deusa do amor e da beleza. Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, a lenda transformou Friga em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o demônio. Os 13 ficavam rogando pragas aos humanos. Confesso que é a lenda mais bacana e talvez a mais coerente com o dia.


Em Portugal, ainda é celebrado no mesmo dia um evento aonde várias bruxas se reúnem para fazer uma fogueira e entoar algumas palavras mágicas - não, não é brincadeira.


Se chama a noite das bruxas, ou noitadas de feitiçarias e é uma tradição quase esquecida celebrada em Montalegre e Vilar de Perdizes. Elas acreditam curar várias doenças e manter a saúde e a sorte aquecendo um caldeirão grande e conjurando algumas palavras:
"Sapos e bruxas, mouchos e crujas, demonhos, trasgos e dianhos, spírtos das eneboadas beigas, corvos, pegas e meigas, feitiços das mezinheiras, lume andante dos podres canhotos furados, luzinha dos bichos andantes, luz de mortos penantes, mau-olhado, negra inveija, ar de mortos, trevões e raios, piar de moucho, pecadora língua de má mulher casada cum home belho. Vade retro Satanás prás pedras cagadeiras!"
É importante não confundir esta data com o Haloween americano, que tem outra história. Enfim, nada contra todas essas crenças, mas para mim a melhor Sexta-Feira 13 é a do Jason mesmo.

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos