Conceituando seu personagem

Quem joga RPG há um bom tempo sabe que não é só de pontos e perícias que um personagem é feito.

Ele geralmente tem uma essência, que antecede, inclusive, o seu background. Alguns chamam de essência mesmo, mas eu prefiro usar o termo “conceito”. Ele é bastante abstrato e algumas vezes pode ser representado por uma frase, imagem ou música e isso será a alma de sua construção.


Depois que você consegue encontrar um conceito criativo para seu personagem, podemos começar criando seu background, ficha de personagem e as características físicas ou psicológicas que mais se adaptem a essência proposta inicialmente.

Para entendermos na prática podemos , por exemplo, imaginar como seria a criação do Spawn. Uma de suas referências foi a divina comédia e a partir dela criou-se o cenário, adaptou o backgrounds, imaginou-se os poderes e os inimigos (Malebolgia) e todo esse universo depois expandiu para músicas e outras Hqs.
Share on Google Plus

About Ale Santos

Storyteller, escritor de SCIFI,  Dark Fantasy e Designer de Narrativas para Board Games.  Um dos autores da Storytellers Brand'nFiction.  Editor do premiado blog RPG Vale, conhecido como @O_RPGista 
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 disqus:

Postar um comentário