Em nome do rei, pelo amor de Deus




Muitas coisas boas saem do RPG, como alguns filmes interessantes, mas assim como os games, nem sempre dá para aproveitar o que vai pra telona.

"Em nome do rei"(In the Name of the King: A Dungeon Siege Tale) é um filme baseado no jogo desenvolvido pela Microsoft  Dungeon Siege. Foi lançado em 2007 e conta a história de um homem conhecido por Farmer, que significa basicamente  fazendeiro ou lavrador. Isso é um ponto crítico por que no jogo a função deste nome é deixar aberto para que o player sinta-se na pele do personagem (imersão). Agora ter um personagem principal sem nome é algo difícil de se engolir, não precisava ser tão fiel assim.



O roteiro é fraquinho, o Farmer viaja com ajuda do seu amigo (outro aldeão que se revelou um bravo guerreiro) para resgatar sua esposa e filho das garras de criaturas chamadas de Krugs. Gosto do ator, Jason Statham e ele tenta fazer uma boa atuação. Talvez fosse um bom filme senão o orçamento precário, que não combina com filmes de fantasia. As cenas de ação lembram-me muito o Hércules que passava no SBT.


Em uma lista de 100 filmes, Em nome do Rei ficou no 49° lugar entre os piores da década, tendo uma nota média de 15 (máximo 100) segundo uma revista americana  Rotten Tomatoes. Por fim o filme arrecadou pouco mais de 10 milhões de Dólares e rendeu aos fãs do game uma angústia tremenda. Acredito que vale a pena assistir apenas para matar a curiosidade, mas não esperem muita coisa.



Share on Google Plus

About Ale Santos

Storyteller, escritor de SCIFI,  Dark Fantasy e Designer de Narrativas para Board Games.  Um dos autores da Storytellers Brand'nFiction.  Editor do premiado blog RPG Vale, conhecido como @O_RPGista 
    Blogger Comment
    Facebook Comment