rpgvale
1599924783602205
Loading...

Entrevista - Renata Hashimoto

Acho que querer ser ilustrador é um grande passo, depois disso tem que treinar bastante, treinar bastante antes de falar que é ilustrador. ...


Acho que querer ser ilustrador é um grande passo, depois disso tem que treinar bastante, treinar bastante antes de falar que é ilustrador.

Meu nome é Renata Hashimoto Rodrigues, nasci e moro em SJC, gosto de handcraft, qualquer um (rs) gosto de fazer alguns trabalhos com feltro, tecido, massa, criar coisas.

Desde pequena gostei de desenho, pequena mesmo, então quando ‘cresci’ resolvi continuar no sonho de criança que era me tornar desenhista, fiz faculdade de animação pela UBC, e hoje atuo como ilustradora, mas tenho muito o que aprender e fazer ainda.

A-DO-RO RPG de vídeo game, aqueles de mesa nunca fui fã, adoro a serie Final Fantasy, e estou louca pra jogar o novo jogo da serie (rs) anime eu sempre gostei, mas nunca fui viciada, gosto de series curtas, para não me prender por anos em uma coisa só e que o autor pode simplesmente parar de publicar... gostava mais de eventos de anime quando não eram tão lotados, hoje em dia não se dá pra andar neles, muito menos ver os stands com calma. Meu TCC de faculdade foi baseado em jogos de RPG, minha tese era sobre os benefícios do videogame na infância (rs) acho que isso mostra o quanto gosto de games...


Acho que meu maior projeto ainda não chegou, acho que meu maior projeto seria algo pessoal, que me realizasse como ilustradora, hoje estou trabalhando como freelance, e sigo um projeto solo de animação, mas não tenho pressa também, vou indo com calma, acabei de desenvolver o storyboard, agora estou trabalhando os personagens, projetos futuros seria o meu maior projeto (rs)


Quando começou a ilustrar e como foi quando percebeu que tinha talento?

Desde criança eu desenho, e eu não sei, sempre achei que era fácil desenhar, pra mim todo mundo desenhava, mas só depois de muitos elogios de clientes (por que elogio de pai e mãe não conta nessas horas rs), acho que o melhor pagamento bônus que nós ilustradores podemos receber, é quando o cliente fala “ficou perfeito, igual eu tinha imaginado” sabe, conseguir entender o que o cliente quer, muitas vezes sem nem ver o cliente, com a onda da internet, isso é o que me motiva a seguir em frente.

Há quem diga que existe um certo preconceito no mercado no mercado com relação as mulheres, isso é verdade? Há mais dificuldades ou isso nunca foi um problema.

Bom. Eu realmente já trabalhei em uma editora onde o meu setor só tinham homens, na faculdade mesmo, de uma sala de 30 éramos em no máximo 7 garotas... mas nunca percebi isso, de preconceito no mercado, mas pode ser também por eu ser meio desligada (rs) acho que se o cliente quer a arte de um certo artista, ele não vai se importar se é homem ou mulher.

Tem alguma dica para quem quer começar a ilustrar assim como você?

Acho que querer ser ilustrador é um grande passo, depois disso tem que treinar bastante, treinar bastante antes de falar que é ilustrador, pois se você não conhecer algumas técnicas, anatomia, etc, você vai ficar marcado pelo começo prematuro, e quando estiver confiante, com seu estilo próprio, é a hora de enfrentar o mercado.
Entrevistas 4777451110797257296

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos