rpgvale
1599924783602205
Loading...

Forgotten Realm

Para os fãs de AD&D e para aqueles que estão embarcando no mundo do RPG a história de cinco grandiosas cidades do continente de Faerûn ,...

Para os fãs de AD&D e para aqueles que estão embarcando no mundo do RPG a história de cinco grandiosas cidades do continente de Faerûn ,com mapas e muito mais.

 Waterdeep(Águas Profundas)






Metropolis; Oligarchy (Lords of Waterdeep); População: 1,347,840 (132,661 in the city); Limite: 200,000 ; Assets: 900,000,000 ; 64% humanos, 10% dwarves, 10% elves, 5% halfling, 5% half-elves, 3% gnomes, 2% half-orcs




Introdução

Waterdeep, a Cidade dos Esplendores, a mais importante e influente comunidade do Norte e, talvez, de toda a Faerûn, é considerada parte das Terras Centrais, mesmo estando a 240 quilômetros ao norte de Daggerford. A estrada para Waterdeep é pavimentada e bem-patrulhada. A região é o centro comercial das ricas civilizações mineradoras dos reinos mercantes de Amn e Calimshan, dos reinos do Mar Interno, e dos reinos marítimos e mercadores do oeste.

As águas de seus portos são bastante profundas e a cidade que cresceu ao seu redor tornou-se o ponto de encontro das civilizações mercantes dos Reinos do norte. Mais de 100 mil pessoas moram em Waterdeep, que se estende, ao norte, ao longo do Monte de Waterdeep, uma grande montanha bastante peculiar. Antigamente, dizia-se que essa elevação já foi o lar de uma civilização de anões e que toda a extensão da montanha é recortada por passagens e túneis, alguns ainda ocupados por criaturas que precedem a fundação da própria cidade.

Uma das razões de Waterdeep ser um lugar tão atrativo para aventureiros é a existência de um enorme complexo subterrâneo, Undermountain, confortavelmente situado próximo a templos e outros locais de repouso.



História


A cidade de Waterdeep já foi usada como um ponto comercial para as negociações entre as tribos do norte e mercadores do sul há dois milênios. Faz mil anos que surgiram as primeiras fazendas na região. Waterdeep foi mencionada, não como uma cidade, mas como um aglomerado de feudos, há mais de 400 anos. A comunidade estabeleceu-se como tal apenas em 1032 DR, o ano em que Ahghairon tornou-se o primeiro Lorde de Waterdeep e quando o Cômputo do Norte começou a ser contado.

A região cresceu espetacularmente, tanto que em 1248 DR a Cidade dos Mortos e as guildas já haviam sido restauradas. Os mestres dessas guildas tomaram o controle pouco tempo depois, durante um período de impunidade e conflitos cruéis conhecido como a Guerra das Guildas, que só terminou quando os dois mestres sobreviventes tiveram o seu período de domínio.

Apenas em 1273 DR é que o atual sistema de governo foi instituído. Neste ano estabeleceram-se os Magistérios e os secretos Lordes de Waterdeep. Desde essa época, a cidade tem crescido e prosperado continuamente. Humanos e membros de outras raças vêm de todos os Reinos para comerciar na Cidade dos Esplendores. Ao longo dos anos, esses bem-sucedidos comerciantes instalaram suas próprias guildas, tornando-se parte da nobreza e dando suporte financeiro aos Lordes de Waterdeep. Estes policiam a área, ainda que sutilmente, pois a região também conta com a guarda municipal (soldados), sentinelas urbanos (polícia) e cerca de vinte magistrados, usando mantos negros. Como resultado, Waterdeep abriga diferentes raças, religiões e estilos de vida, o que tem estimulado o comércio, além de tornar a cidade imensa e eclética.

Vida e Sociedade

Os nativos de Waterdeep são uma mistura de diferentes povos. Grande parte deles é recém-chegada de uma ou outra região do mundo, todos com pontos de vista, deuses e atitudes diversos. Como resultado, Waterdeep é aberta às mais diferentes nacionalidades e raças dos Reinos. O seu valor, no entanto, não está na mistura, mas sim nas qualidades de seus habitantes.

O povo de Waterdeep pode ser tão honesto quanto um habitante das Dalelands, tão calculista quanto um sembiano, tão honrado quanto um corminiano, tão independente quanto os povos do oeste ou tão astuto quanto os nativos do Moonsea. Essas qualidades podem, inclusive, serem encontradas em uma única pessoa. Procura, também, ser compreensivo e aberto, apesar de não levar essa conduta a níveis extremos.

Esses nobres, mercadores, aventureiros, comerciantes e imigrantes possuem e seu lugar na sociedade, o que não significa, de forma alguma, que sejam solícitos uns com os outros. Se há algo que Waterdeep nunca foi, é uma sociedade homogênea. Esse nível de tolerância por parte dos nativos da cidade os faz bastante difíceis de se impressionar, seja com invasões de deuses, estátuas que andam ou tapetes voadores. Afinal, eles já viram tudo isso.

Waterdeep tem uma boa variedade de crenças. Havendo um culto a algum deus em qualquer parte de Faerûn, há pelo menos um seguidor, ou mesmo um sacerdote ou dois, ou talvez até um santuário, na Cidade dos Esplendores. No entanto, existem apenas sete grandes templos na comunidade, dedicados a Gond, Lathander, Mystra, Selune, Sune, Tempus e Tymora.

Governo

Waterdeep é governada por um conselho, cujos membros, os Lordes, são secretos, mantendo-se ocultos atrás de máscaras mágicas, elmos, enquanto que, em público, ninguém sabe suas verdadeiras identidades. As suspeitas a respeito de quem são os Lordes de Waterdeep é um assunto comum entre a nobreza e, muitas vezes, torna-se um jogo confuso, já que os próprios líderes espalham rumores.

É sabido que Piergeiron, o Filho do Paladino, Guardião de Waterdeep e Comandante dos Sentinelas, cujo grande palácio domina o centro o centro da cidade, é um membro do governo. Ele é o Senhor Desmascarado e não usa disfarces para encobrir o rosto ou o coração. Comenta-se que o grande mago Khelben Blackstaff Arunsun também é um dos Lordes, talvez o líder, estando acima, até mesmo, de Piergeiron. As identidades dos demais membros não são de conhecimento público. Os nomes de Mirt o mercador, a cortesã Larissa e Texter o paladino já foram relacionados com os Lordes; no entanto, nenhuma evidência comprova ou desmente tal fato.

Eles aparecem em público apenas na Corte dos Lordes, ouvindo todos os casos de assassinatos, traições, mau uso de magias e apelos de cortes menores. Nessas ocasiões há pelo menos quatro Lordes presentes, às vezes, seis ou sete. Piergeiron lidera a Corte e faz todas as perguntas para que os Lordes falem através dele. Em câmaras eles aparecem mascarados e cobertos por mantos negros. As máscaras representam rostos sem expressões, com cristais cobrindo os olhos. Piergeiron usa uma proteção diferente, que permite às pessoas da Corte verem seu rosto.

Principais Lugares


Os distritos de Waterdeep são:


Distrito do Castelo: Essa área central abrange o Monte Waterdeep e a parte que fica o governo da cidade. O Castelo Waterdeep localiza-se nessa região e é o centro do governo, bem como o Palácio de Waterdeep, também conhecido como Palácio de Piergeiron, lar do Lorde Piergeiron. Esse distrito está na parte onde também vivem aventureiros aposentados como Mirt o Agiota.

Cidade dos Mortos: Essa região, que mais parece um parque é cercada por altos muros, e freqüentemente visitada durante o dia por andarilhos e pessoas que fazem estranhos piqueniques. Durante a noite, os portões da Cidade dos Mortos são fechados, já que lá é o cemitério de Waterdeep. As pessoas mais importantes têm os seus próprios jazigos ou túmulos de família, enquanto outras confinam-se em grandes criptas. A razão da guarda não é proteger os túmulos, mas sim, proteger a cidade dos ocasionais mortos-vivos que talvez não apreciem as suas acomodações.

Distrito das Docas: Como se pode presumir, essa área situa-se no grande porto de Waterdeep, abrangendo docas, estaleiros e armazéns. O porto também é habitado por sereias que mantém a paz de sua própria cidade submarina.

Distrito do Norte: No noroeste da cidade, fica o Distrito do Norte, o lar da nobreza. As classes mais abastadas fazem suas casas nesse local, onde mantêm-se distantes das classes inferiores das docas e do Distrito do Sul.

Distrito Marítimo: Nesse mais recente dos distritos fica a maior parte dos templos de Waterdeep, ao longo do qual algumas famílias nobres e aventureiros aposentados fixaram seus lares. O Campo do Triunfo, a arena de Waterdeep, está situada ali.

Distrito do Sul: Apenas os forasteiros referem-se a ele por este nome oficial. O Distrito do Sul é um lugar de caravanas e comerciantes, tem a guarda mais próxima ao Portão Sul, a saída para os Caminhos de Comércio. Nessa área pode-se encontrar um grande número de ferreiros, estábulos e uma boa variedade de estalagens e tavernas.

Distrito do Comércio: Tendo o Rio Portal como fronteira norte e cruzando o coração de Águas Profundas, esse é o local de trabalho de muitos artífices e artesãos, e o quartel-general das mais poderosas guildas de Waterdeep
,
Rpg 2096139380071622359

Postar um comentário

Página inicial item

Entre pra Guilda

Mais lidos da semana

Receba nossos corvos